Nóis açina, nóis escreve, sem pobrema

Certeza que se alguém chegasse em 1970 e ditadura e contasse que o Lula seria presidente, a gorilada toda ficaria chocada. O Hugo Abreu, eu não duvido muito, sairia distribuindo balaços de ódio. Até aí tudo bem, estavámos no auge da “Revolução de 64”, quando tínhamos o milagre do Delfim, os Atos Institucionais e a porra da cagada toda.

Agora se fosse contado que haveria um reforma ortográfica neste governo Lula, os milicos e todo o mundo diriam que o narrador da história é maluco. Aliás, maluco é pouco. O cara escuta dois lados de um LP do Djavan e come só a parte de fora da bolacha Passatempo, jogando fora o recheio. Doido de pedra.

Porque esse é talvez o maior paradoxo. Nunca na história desse país um presidente com alguns “pobremas” de dicção pariticipou* de uma reforma ortográfica. Vá lá, não foi o Lula, e sim a comunidade dos países de língua portuguesa ou uma merda dessas. Resolveram unificar tudo porque ler Saramago é um exercício, antes de tudo, de paciência. As histórias são boas, facto. Mas aquele “c” ali, entre outros tantos, traz problemas.

Agora nós vamos reclamar. O fim de trema, a extinção de alguns hífens, acentos. Acredite, poderia ser pior. Imagina começarmos a falar “fubfídio”, “afeforia”, enfim, trocarmos de vez o “s” pelo “f”. Isso sem contar os discursos ao vivo, onde além das ótimas piadas, o Lula solta um “aprauso” para o Ministro Fernando Haddad.

Saímos no lucro. Nossos filhos vão penar menos nas provas, sortudos de merda, com “menas” perguntas difíceis. E nós continuaremos falando português. Sem “pobrema” nenhum.

Lindo mesmo é saber que o acordo ortográfico foi sancionado com a digital do presidente. Isso é a coisa mais surreal dos últimos 2000 anos.

* Errei de propósito, José Ricaaaaaaaaaardo. [/maluf]

Anúncios

6 pensamentos sobre “Nóis açina, nóis escreve, sem pobrema

  1. Lara disse:

    A partir de hoje, FO-DE-O!

  2. Junior disse:

    Nah Lara, neste caso específico caiu o hífen. Vai ser FODEU mesmo :-P

  3. Dani *Doduti* disse:

    Aposto que qdo for época do Lucas prestar vestibular, a língua oficial da Fuvest será o miguxês =P

    “come só a parte de fora da bolacha Passatempo, jogando fora o recheio” Joga fora não, minha irmã me dá o recheio =D

  4. Myrion disse:

    “nossos filhos vão penar menos nas provas…” Ounnnn q meigo, já pensando nos rebentos…
    bj

  5. disse:

    “… dicção pariticipou de uma reforma ortográfica”.
    Conserta o “pariticipou” lá, meu!

  6. Rackel disse:

    Porra, essa merda dessa reforma ainda vai dar mto pano pra manga… eu preferia como era antes. Agora como vou ensinar aos meus alunos q o correto é pronunciar o ‘u’ ao dizer ‘tranquilo’ (visto q o ¨ caiu em desuso?).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: