A gente nao sabemos proclamar feriado

Como eu sou ruim de matemática, há uma caralhada de anos atrás o Império caiu. Não o meu, que se fodeu antes, como é sabido. Mas o Império do Pedrão ruiu, graças ao Deodoro. Também, esperar o quê de um Império que tem nome de açougue.

Vocês sabem, o Deodoro resolveu invadir a boca do Pedrão com espadas e tal e decretou que o Brasil era livre do Império. Deixaria de ser colônia para ser Colômbia. E até onde eu sei, foi a primeira vez que tivemos um milico no poder. Nada contra os fardados, porque esses caras são sentimentais e qualquer palavra mal dita neste espaço pode trazer à tona uma revolução, um golpe de estado ou três tiros em um forte qualquer. Programa de índio maior não há. Mas a coisa poderia ter sido diferente.

Por exemplo, ao invés de nos livrarmos de tudo que o Império português nos trouxe, poderíamos pelo menos ter declarado que o bacalhau e o vinho do Porto continuariam com preços de colônia por estas bandas. E poderíamos ter mandado alguns romances portugueses às favas, já que o Brasil era “tudo nosso” agora.

Mas ao invés disso deixamos o Deodoro e sua turma – que incluia o Floriano, algo muito estranho – cuidarem do futuro de nosso país. E veja só, que merda o general fez: esse ano o feriado caiu em um sábado.

Nem para revolução esse país presta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: