Top 4 cenas de cinema que eu queria que acontecessem comigo mas o Harrison Ford chegou antes

Quem já leu mais de dois textos deste espaço, além de ser um mestre da paciência e um sádico em potencial, sabe que eu gosto de cinema. Não que meu gosto seja refinado, é claro. Eu não falo de Truffaut, de por exemplo, e tenho asco ao Lars Von Trier. Eles são merdões, mas o mundo cult adora. De qualquer forma, op leitor percebe que tenho lá meus conhecimentos em filmes clássicos, em grandes merdas e em Star Wars.

Uma das coisas que mais me empolga no cinema é doce ilusão de que a cena na tela grande poderia um dia acontecer comigo. Eu saio alucinado após uma sessão, imaginando como seria se eu fosse o protagonista de determinada tomada. Por isso  – e pela mais completa falta do que falar aqui – resolvi que era hora de dar vida ao Top 4 cenas de cinema que eu queria que acontecessem comigo mas o Harrison Ford chegou antes. Eu sei, o nome é grande. Mas a idéia é minha, então pegue esse kibe e se vire.

O Poderoso Chefão

Todo mundo lembra da cena clássica onde Don Corleone manda que seus capangas decepem o cavalo de um produtor de Hollywood. O Don é tão fodão que, não contente em mandar o pangaré para o céu dos eqüinos, ainda manda que a cabeça do trotador seja colocada na cama do cara. Ou seja, o figura acorda, pensa que está naqueles dias de mulher e quando vê, voilá, a cabeça do seu estimado animal divide a cama com ele.

Isso me remete a um poodle chato que meu vizinho tinha. O desgraçado não podia me ver, a qualquer hora do dia, que já queria me morder. Não aquelas brincadeiras de cachorro: o infeliz queria dar cabo da minha vida. E o maldito do dono assistia aquilo como se eu fosse um gladiador em uma arena romana lutando contra tigres e leões. Sempre que eu saía o dono fazia questão de abrir a porta e observar aquele animal feroz investir contra a minha pessoa. Não decepei o bicho o deixei que sua cabeça atazanasse os sonhos do dono maldito por conta de problemas logísticos. Mas o cachorro sumiu, depois de um tempo. Meu consigliere deve ter cuidado disso. Valeu irlandês!

Star Wars – O Império contra-ataca

Luke e Darth Vader se enfrentam. Vader, o crioulo mais motherfucker da Galáxia, havia matado o mestre de Luke. Tomado pelo ódio, o jovem Jedi investe com fúria para cima do mestre Sith. Até que Vader, mais poderoso, decepa a mão de Luke (nota: não tenho nenhum fetiche com cortes e coisas do tipo) e conta a Luke toda a verdade, nesta cena que é uma espécie de Maria do Bairro das Galáxias:

– Luke, I am your father!

Pois bem, meu filho chega no auge dos seus 15 anos e diz, sem nem ao menos preparar meu coração:

– Pai, virei palmeirense!

Então começamos a lutar pela casa. Com sabres de luz, é claro. Em determinado momento, meu filho é encurralado. Decepo sua mão e aponto meu sabre para ele.

– É inútil resistir ao poder do lado maloqueiro da Força!!
– Eu nunca vou comer dogão na porta do Pacaembu!
– Luke, eu sou seu pai!
– LOL!
– Una-se a mim e juntos poderemos fazer o porópópó em família!

Daí o moleque salta do sofá e é salvo pela irmã. Que ele não sabe que é irmã dele, é claro.

Moulin Rouge

Para declarar seu amor à cortesã Satine, o jovem escritor cujo o nome me fugiu e que é interpretado pelo Ewan McGregor cantar Your Song, do Elton John. How wonderful life is, now you are in the world.

Para declarar meu amor à Imperatriz, eu fico quieto porque canto mal. Maior declaração não há.

Indiana Jones e a última cruzada

Prestes a pôr as mãos no Santo Graal, Indiana Jones têm antes de passar por três desafios de fé: o nome de Deus, o sopro de Deus e o caminho, ou a ponte filha da puta de pequena e quase invisível, de Deus.

Prestes a tomar uma Serra Malte gelada, eu teria de passar por três desafios de muita fé: tomar Nova Schin quente acompanhada de uma caprichada porção de alho, sentir meu próprio hálito depois de doses cavalares e andar por sobre uma linha reta em direção ao banheiro.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Top 4 cenas de cinema que eu queria que acontecessem comigo mas o Harrison Ford chegou antes

  1. Lelê disse:

    Eu queria viver muitas cenas depois, mas a que eu mais queria era aquela do Um Dia a Casa Cai. Daria tudo por aquele acesso de riso do Tom Hanks, depois de colocar água quente na banheira e vê-la espatifar-se no porão de casa.

  2. Rodogro disse:

    “ponte filha da puta de pequena e quase invisível de Deus.” HAHAHAHAHAHHAHAH Descrição melhor impossível.

    Em termos de viver o que viveu algum personagem de filme, me contentaria com uma cena de qualquer filme com a Silvia Saint.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: