Notícias do front

As notícias sobre o conflito entre Israel e a Palestina que ninguém publica.

Festival de rock em Gaza foi um estouro

Muitas guitarras distorcidas, letras irreverentes e rock and roll explosivo. Assim foi o primeiro e único Festival de Rock de Gaza, realizado ontem na Palestina. Centenas de jovens compareceram para acompanhar os riffs de bandas como Ramallah, Salam, Mohhamed was a punk, entre outros. O festival começou cedo e varou a noite até o ataque das tropas israelenses durante a manhã de hoje. “Estavámos pogando quando, de repente, houve um estouro. O pessoal ficou ensandecido, foi um show parecido com os do AC/DC”, conta o jovem Mohhamed Al Khaled. O ataque israelense aconteceu durante a apresentação da banda Mohhamed was a punk, que cantava seu principal hit, “Why dont you get a jew?”. “Foi fantástico, o show mais explosivo que eu já fiz!”, exultou o líder da banda, Osama Saddam Laden. Ao todo, 97 pessoas, uma bateria e uma Fender morreram durante o solo do baterista.

Israel bombardeia Palestina

Jogando pela Copa das Nações em Conflito, Israel e Palestina fizeram uma partida emocionante. O time de Israel iniciou o jogo bombardeando o goleiro Sallah, da Palestina. Confinado na pequena área, o goleiro conseguiu poucas vezes distribiur a bola para seus companheiros, que contra-atacavam o escrete israelense com poucas bombas chutadas pelo atacante do time, Ronaldo Hussein. Itzak Schrbctzak, meio campo e  general do time de Israel, comandou o jogo e, aos 35 minutos do segundo tempo, liquidou a partida com dois tiros de longe. Ao todo, 15 jogadores, um maqueiro, um vendedor de pipoca e dois mil torcedores morreram durante a partida.

Nem deu tempo para o gefilte fish!

Abraham Czorjdkihdj e Yusef Shcwrtzak comiam em um restaurante perto de Tel Aviv quando pediram a conta. O garçom, Ahmed Al Khaled, mandou a comanda que era uma bomba. Indignados, os dois amigos israelenses disseram que não iam pagar e o acusaram de roubar no valor do gefilte fish, que ainda não havia chegado. Indginado, Ahmed explodiu de raiva. Dois garçons, três senhoras da Liga de Saudosas da Golda Meir, um rabino, um judeu ortodoxo e dois papagaios morreram durante o almoço.

Tropas da ONU visitam Túmulo do Soldado Desconhecido

Centenas de soldados das tropas das Organizações das Nações Unidas visitaram hoje o Túmulo do Soldado Desconhecido, localizado no Arco do Triunfo. “É uma pena que não o conhecemos. Ele parecia um cara legal e eu gostaria muito de tomar uma cerveja com ele”, disse Jean Pierre François Clichè, soldado francês. Já o búlgaro Hristo Stoikov acha que o túmulo serve para alertar o mundo sobre os males da guerra. “É um problema grave, esse negócio de guerra. Por isso nós, os soldados da ONU, fazemos de tudo para não nos envolver nisso”. Durante a visita, os soldados deram uma saraivada de tiros em homennagem aos mortos no conflito entre israelenses e palestinos. “Assim, podemos dizer que gastamos balas em uma guerra sem propósito”, explicou o Comandante John Force. Seis judeus ortodoxos, 14 judeus moderados, 5 ateus, 28 palestinos, dois católicos, um kardecista, um pai de santo, um budista, 12 agnósticos, 27 baba-ovos do Dalai Lama, dois protestantes, dois árabes que protestavam, dois escrivãos de um cartório de protesto, um baiano e duas lhamas morreram enquanto os soldados visitavam o memorial.

Anúncios

Um pensamento sobre “Notícias do front

  1. Beijomeliga disse:

    Mohhamed was a punk, uhauahuahua…
    :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: