O bem, o mal e a canastra real

– Mas e aquela história toda de Apocalipse, danações e tal?
– Bobagem, não tem nada disso, tudo propaganda.
– Ok, mas por que eu?
– Sei lá, estava entediado achei que você era um cara legal.
– Isso é meio ruim para mim, não?
– Como assim?
– Ué, sei lá, o Diabo me achar um cara legal. Eu digo, você acha o Saddam legal, o Djavan, essa gente que destrói vidas.
– Não, isso também é bobagem, invenção pura.
– Então, qual é realmente sua função?
– Na prática, nenhuma. Eu sou uma peça figurativa, a Rainha da Inglaterra.
– Mas e Deus, onde entra nessa?
– Também é decorativo. A gente fica lá, jogando buraco, enquanto vocês dizem que somos responsáveis pelo bem e pelo mal.
– Então o bem e o mal não existem. E você disse jogando buraco?
– Não vou dar aquela resposta idiota. Sabe, “o bem e o mal estão dentro de você e mimimimi”. As coisas simplesmente acontecem e nós estamos aí justamente para assumir a culpa de tudo.
– Mas e o buraco?
– Eu chuto bundas no buraco. Tá afim?

Meia hora depois e algumas cartas na mesa

– Por Deus, esse oito não vai sair nunca!
– Não peça ajuda de Deus…
– Por que?
– Cá entre nós, ele é o pior jogador de buraco que eu já vi na vida e na pós-vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: