Top cinco pais que eu queria ter se não fosse bastardo

Não sei se vocês sabem, mas eu não tenho pai. Quer dizer, até tenho porque não vou fazer pose de Jesus Cristo e inventar um tal de Deus para as estripulias (oi?) da Maria, mas ele não me registrou. Quando pegam meu RG, fica aquele espaço em branco que causa desconforto na galera. Na Idade Média eu seria um bastardo. Nos dias atuais, sou apenas filho do Carnaval. O grande detalhe é que as pessoas pensam que eu sou um desses caras que a qualquer momento vai entrar com uma AK 47 na Montanha Encantada do Playcenter, atirar até em pipoqueiro e depois culpar o pai ausente enquanto é entrevistado pelo Datena. Eu sei, quem vai na Montanha Encantada depois de todos esses anos merece morrer. Mas ninguém tem consicência social de verdade nesse país.

De qualquer forma, se um dia eu pudesse colocar um nome qualquer para aplacar o sentimento de pena com o qual os atendentes olham para o meu documento e pensam “pobre coitado, foi criado em uma caixa de mangas junto com pombas do Viaduto do Chá”, eu escolheria um dos cinco figuras que seguem. Porque não basta ser pai, é preciso ser melhor que o pai do Pedrinho, aquele que empina pipa, joga bola, sabe tudo de Winning Eleven e come a mãe mais gostosa da rua.

Darth Vader

Seu pai brinca de lightsaber com você! Nos dias de hoje, onde os pais estão cada vez mais ocupados tentando trazer dinheiro para casa, pai Vader encontra tempo entre explodir Aldeeran e matar comissários incompetentes para, de brinks, tirar um sarro com sabre de luz e tal. Não bastasse isso, ele ainda te defende do Imperador (o outro), aquele velho pedófilo que queria comer toda a molecada da rua. Sem contar que, mesmo se você for dinamarquês seu pai pode ser negão numa boa, uma subversão ao método Branjelina de constituição de família.

Lemmy Kilmister

Não levando em conta o fato de que você começaria a beber Jack Daniels com seis anos, Lemmy é um grande pai por diversos motivos. Primeiro, ele é líder do Motorhead. Quem em sã consciência faria qualquer coisa contra o filho do Lemmy? Sério, você poderia ser o maior nerd da história e aquele valentão que já pregou peças em gente como Stephen Hawking e Bill Gates não vai ousar enconstar a mão em você. Afinal de contas ele tem pesadelos com milhões de motoqueiros brotando do chão ao som de Ace of Spades. Ok, a quem eu quero enganar? Lemmy seria um grande pai porque te iniciaria no Jack Daniels aos seis anos de idade. E anos depois, junto coms eu grande pai, você teria um grande fígado.

Latino

Seu pai seria um dos maiores gênios da música nacional. O cara que rima “Renata” com “ingrata”, o gênio que te chama para uma festa anunciando o bunda lelê, o Mozart do pop brega! Sério, você não ia nascer, ia ter um baile com birita até amanhecer e, quando estivesse saindo da sua mãe, seu pai ia cantar:

Chega aí,
pode sair,
vem aí,
tá em casa!

Sem contar que só teria enfermeira rebolando o popozão. Pega essa.

Vicent Cassel

Sua mãe seria a Monica Belucci. E você iria mamar até os 114 anos.

Jon Bon Jovi

O nome Jon Bon Jovi no documento de uma pessoa faz a diferença entre ser homem e ser aquele que é maior que o Fernando Lugo. Afinal de contas, imagine você, catarrento no pré-primário, encostado em um canto qualquer do pátio. De repente, passam as cocotas de  cinco anos, mais velhas e que você e tal. Você então solta uma clássica como essa:

I wanna lay you dow on a bed of roses,
for tonight I sleep on a bed of nails.

Você nunca vai ver tanta calcinha das meninas superpoderosas voando. E isso será uma constante na sua vida. Todo dia papai vai acordar, fazer o seu ovo frito com bacon e soltar um xaveco na sua mãe, cheio da malemolência de Mestre Oliver que o Bon Jovi tem. Aos vinte anos você vai ter comido mais mulheres do que toda a humanidade junta. Aos quarenta você vai conseguir fazer com que pandas se acasalem três vezes por dia. Aos sessenta você vai enfiar o pau nas calotas polares de acabar com a vida na Terra. Aos oitenta você vai repovoar todo o planeta usando um peixe elétrico, uma baleia e uma playboy da Carla Bruni.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Top cinco pais que eu queria ter se não fosse bastardo

  1. estela disse:

    KKKKKKKKKK MORRI

  2. Lara disse:

    Huahauhauha. Ser filho do Latino é a sua cara!

  3. dionea disse:

    hahahahahahahahahahahahahaha.
    eu também sou filha de carnaval. e nessa você se superou!!! acho que vou rir por três dias! hahahahahahaha

  4. Leão disse:

    Agora imaginem ser filho do Júlio.

    Coitada da mãe…

  5. Sol disse:

    AHAHAHAHAHAHAUAHUAUAHUHUAUAUHA!
    Essa é boa… como será o filho do Júlio????

  6. Beijomeliga disse:

    Pô, se seu pai fosse o Bon Jovi eu pegava o sogrão, uahuahauahuahua =p

  7. falaaverdade disse:

    hahahahahaha…..ri muito! Morreria de inveja da Imperatriz se seu pai fosse o sogrão, e, se pá, seria a boadrasta!!!!!!
    beijo

  8. falaaverdade disse:

    sogrão meanning = Bon Jovi…

  9. Bruno disse:

    Sei bem como é isso. Apesar de conhecer meu pai não tenho o nome dele na minha identidade. O engraçado é quando estão preenchendo alguma ficha com meus dados e perguntam o nome do pai: “Não tenho.” “Não tem o nome dele?”, “Não, não tenho pai, filho de proveta, sabe?”

  10. Tattiana disse:

    O nome do marido da Bellucci é viNcent, vc esqueceu do “n”.
    Se lê (vançam), mas esquece essa frescura francesa, ser filho do Darth Vader deve ser o máximo…hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: