A corrente do bem

– Eu meio que acredito nesse lance de pensamento positivo.
– Nem te contei, mas aconteceu algo comigo esses dias que reforçou minha crença na corrente do bem.
– Qual foi?
– Então, estava almoçando quando um cara veio falar comigo. Boa aparência e tal, mas quando abriu a boca, quase não tinha dentes. Ele disse que era professor mas estava desempregado. Tinha vindo com a esposa para a cidade, mas não conseguiu trabalho por cá. Daí ele disse que estava com fome, tinha se oferecido para lavar louça em um restaurante em troca de comida e o cara negou.
– De cortar o coração.
– Né? Daí eu fiquei com dó e abri a carteira. Só que eu só tinha vinte paus, então quando fui falar “olha, só tenho isso, mas preciso do troco”, ele simplesmente puxou a nota da minha mão e desejou que Deus me pagasse.
– Sério?
– É. Na hora fiquei sem reação, mas pensei que aquilo poderia voltar para mim. Outro dia, fui vender parte do meu vale refeição e o cara que comprou me deu cem reais a mais!
– E você devolveu a grana a mais para o dono, não?
– Que nada! Não arrisco no mercado de futuros da corrente!
– Porra!

Diálogo ocorrido entre esse que vos escreve e a Imperatriz.

Anúncios

3 pensamentos sobre “A corrente do bem

  1. Beijomeliga disse:

    Cê quebrou a corrente. Agora não vai mais ganhar na mega sena. Droga!

  2. Ana disse:

    Meu, vcs são foda!!!!! Os DOIS!

  3. renatoguim disse:

    “que Deus lhe dê multiplicado por cinco”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: