Os pombos

– A coisa tá feia…
– Feia? Ontem eu quase tomei um tiro assim, do nada.
– Meu primo morreu anteontem, coitado…
– Morreu como?
– Como um passarinho, pode isso!?
– Não é!? Pedrada, pode isso? Morrer de pedradas em tempos como os nossos chega a ser idiotice.
– Olha lá, vem dois deles.
– E eles têm uma bandeira.
– Vermelhona essa, né? E aquele desenho, qual é?
– Meu tio lá do Leste diz que são os tais comunistas.
– Isso é bom ou ruim?
– Ah, deve ser melhor do que esses malucos que ficam gritando o dia todo. Vamos voar para lá.
– Ih, estão pendurando a bandeira.
– Ouvi dizer que esses caras de vermelho gostam de construir uns poleiros bacanas para a gente.
– Será? Imagina um, com quilômetros de distância!
– Seria ótimo! Reinaríamos no Poleiro de Berlim POR MIL ANOS!
– Ôu, para aí, tá parecendo os malucos que só gritam.
– Mal ae. Vamos lá caçar umas migalhas.
– Vamos.
– Odeio migalhas. Quero estraçalhar elas. TODAS ELAS!
– Pô, sério, tô te estranhando.

Anúncios

Um pensamento sobre “Os pombos

  1. laura disse:

    ah nao ou! demorei a sacar, mas curti demais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: