Jornalismo vai com deus

Imagine que o texto é um horizonte sem fim. Daí você tem aquele visual bonitão, por do sol e tal, se bobear até umas árvores, ou mesmo um oceano. É contigo a bagaça. De repente dragões com chifres de unicórnios e sistema de som stereo começam a sobrevoar a paisagem, perseguidos por milicianos vietnamitas que pilotam aviões modelos 14 Bis com uma foto do Adam Smith desenhada nas asas. Ou então Napoleão, encilhado na Sarah Jessica Parker, ajudando Berlim a combater os comunistas. Ok, a segunda até que é plausível.

É mais ou menos isso que essa matéria (ou release copiado e colado, vai saber) do Terra quis dizer no segundo parágrafo. Confiram no replay:

Com formação em artes cênicas, Pethit estudou canto e composição de tangos em Buenos Aires. Essa transição de palcos, do teatro para a música, é definitiva para o desenho de seu estilo musical, que resgata elementos do universo do Vaudeville e do indie-pop. Da escuridão dos cabarés berlinenses pré-nazismo aos ensolarados Saloons Bar´s do Texas, o Vaudeville de Pethit cria sua cidade imaginária. Um lugar inventado no mundo, onde se apresentariam Kurt Weill e Tom Waits na mesma noite.

“Da escuridão dos cabarés berlinenses pré-nazismo”. Amigo, acho que nunca fui e não poderei ir. Quer dizer, Doc Brown anda trabalhando, mas só na ficção. E agora com essa crise com o Kaddafi, sei não.

“Aos ensolarados Saloons Bar’s do Texas”. Ah, entendi, ele é o cara do meio termo, que vai entre um extremo ao outro. Porque ele não faz show na região onde era o muro de Berlim?

“O Vaudeville de Pethit cria sua cidade imaginária. Um lugar inventado no mundo, onde se apresentariam Kurt Weill e Tom Waits na mesma noite”. Porra, Tom Waits! Que deprê. Vai ter Ramones? Se tiver, eu vou.

Sem contar que essa história de ser “do vaudeville” é ótima. O cara é tipo uma senhorinha de noventa anos que teve seu auge como artista no período anterior à Grande Depressão. Porque esse é o perfil que espero de um personagem “do vaudeville”.

Jornalismo vai com deus. Mas só depois de ficar tão alto quando o Elymar Santos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: