Veni, vidi, vici

Devo dizer a vocês, caros companheiros da picanha com gordura, que dia desses eu me tornei um deles. Sim, amigos, eu fui aonde acredito que nenhum gordo jamais tenha ido. Apertei o botão de velocidade da esteira além do seis. Subi para o sete. Cheguei ao inacreditável oito. Era o Chuck Yeager dos gordinhos da esteira. Estava correndo, escutando Rush, daí veio Pink Floyd e continuei correndo. Me senti capaz de escutar toda a discografia do Jethro Tull – algo estimado em dois anos – enquanto corria. Quando vi, dois quilômetros tinham ido embora e eu lá, todo pimpão e sem cãibra, um Emil Zatopek da Nutella e paçoca no sorvete.

Atravessei meu Rubicão particular. Correndo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Veni, vidi, vici

  1. Duzis @ne77o disse:

    Caralho, impera, vc se rendeu ao sistema??

  2. uatafocjunior disse:

    E depois deu a bunda. Até tú brutus?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: