De nada, Steve Jobs*

Eu não sei usar nada que rode iOS ou qualquer nome que tenha o sistema operacional da Apple. É tudo confuso, complicado, é como um jantar com dezessete tipos de talheres embaralhados. No bom e velho windows tá tudo ali à mão. Trava mais que universitário em churrasco, mas ninguém é perfeito, nem o Steve Jobs.

Das incríveis máquinas de Jobs eu só virei fã do iPod. Porque sim, o som que sai de lá pode ser ouvido do Ipiranga às margens plácidas. E agora que ele tem rádio então, ficou tudo mais maravilha no mundo da música. Mas me dá um Macbook, um iMac, uma merda dessas e em cinco minutos minha vontade é jogar aquilo na parede com força. Pode vir falar do design, da imagem fantástica, do fato de ter sido construído de toda a matéria pelas mãos do santo Steve Jobs. Aquele merda não funciona. Baixar um filme é um tormento. Converter esse filme em MPEG4, uma odisseia prestes a virar roteiro do próximo God of War. Gravar um disco para assistir esse filme no conforto do sofá é mais difícil que ler Ulisses em tiopês de trás para frente.

E o que dizer do iPad que, em dois minutos, virou para mim um lindíssimo porta retrato digital gigante? É tão complicado de usar que, juro para vocês, tive vontade de procurar cheat codes no Google. Desde Battletoads eu não me senti tão incapaz perante uma máquina.

Aí você diz, com razão, que eu sou uma besta. Mas pare e pense por dois minutos que, dos seis bilhões que habitam o planeta, metade é como eu. E tem uma galera pior ainda. Mas essa pagação de pau a ponto de chamarem Steve Jobs de “o gênio da nossa era”, o “Da Vinci do nosso tempo” ou pior ainda “o cãozinho dos teclados impossíveis de utilizar atalhos” ultrapassa os limites do bom senso e chega a um processo de beatificação tão gigante que, em cem anos, tornará Steve Jobs um dos apóstolos, quiçá o chefe deles.

Mito é o Mandela, amigo. O Steve Jobs era só mais um Silva que a estrela brilhou.

 

*eu comprei o iPod, quem tem que me agradecer é ele, não eu.

Anúncios

15 pensamentos sobre “De nada, Steve Jobs*

  1. Rafael L. Feltrin disse:

    aprediz de auxiliar de usuario!

  2. Bruno disse:

    Olha, se você acha que o OS X ou o iOS é confuso e complicado, sinto lhe informar mas vc é bem burro mesmo. Ou no fim das contas deve ser um simples conformado e preguiçoso.

    Mais uma coisa, se acreve apreNdiz e usuário tem acento. ;)

    Atenciosamente,
    Bruno.

    • Júlio César disse:

      “Aí você diz, com razão, que eu sou uma besta. Mas pare e pense por dois minutos que, dos seis bilhões que habitam o planeta, metade é como eu. E tem uma galera pior ainda”. Afirmei isso no texto, amigo. Já estou ciente da minha burrice.

  3. “Mito é o Mandela, amigo. O Steve Jobs era só mais um Silva que a estrela brilhou.” – Imperador, O.

    Esta frase vai fazer muito sucesso no Facebook. :D

    Abração!

  4. Bruno disse:

    Minhas sinceras desculpas ao Rafael, eu achei que você era o dono do blog, e deve ter sido apenas um simples erro de digitação. =D

    • Rafael disse:

      Sem crise Bruno! esses erros acontecem quando eu uso o micro com “rwindows” aqui da empresa! no meu Apple não falha teclado não falha o sistema. que coisa não!?!?! rsrsrs

  5. Eric disse:

    Então já sabemos quem é o burro hahahahahahaha

  6. Mariel Moura disse:

    funcionar funciona (e melhor que todo o resto)

    mas, na dúvida, WIN XP

  7. O Imperador deve estar bravo porque o império de jobs tornou-se maior que o de Giulio Cesare. :D

  8. BTW, Giulio Cesare, meu imperador romano favorito… :)

  9. Amber disse:

    qq é isso Isabella, sai pra lá que esse imperador já tem casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: